(66) 3515-6726
(66) 9686-6082
Home - Artigos - Novidades - Você sabe medir retorno sobre investimento no Facebook?

1

post-photo

Você sabe medir retorno sobre investimento no Facebook?

O Facebook hoje é a festa mais cheia. E é lógico que é lá que você quer estar, porém, não tem muita ideia de como fazer isso. Você já deve ter percebido que fazer anúncios, os Facebook Ads, nem sempre traz o melhor resultado. E o pior, você não tem ideia de como medir o retorno que um anúncio trouxe. Vou ensinar uma técnica para você medir o resultado e melhorá-lo cada vez mais.

Vou ensinar você a medir o retorno sobre o investimento que um post do Facebook trouxe para você.


Inicialmente é importante que você tenha uma conta no Google Analytics. Isso é fundamental. Se não tem ainda, crie uma e comece a mexer no GA (Google Analytics). Você não pode controlar um negócio ou investir um tostão sequer sem ter uma visão clara do que está acontecendo com ele. Sem um ferramenta de métricas é como se você estivesse de olhos vendados guiando um carro a 200 km/h em uma estrada cheia de curvas. Não há chance de isso dar certo.

Uma vez que você tenha uma conta no GA, você criará campanhas. Para cada link que você postar em um post de Facebook apontando para o seu site ou blog (isso serve para links em e-mails também), você vai, após a URL normal, acrescentar alguns parâmetros.

Por exemplo, a URL www.conrado.com.br/planob, para a qual um link em um post sobre o meu livro “Você já tem um Plano B?” aponta, no post irá virar http://conrado.com.br/planob/?utm_source=facebook&utm_medium=post&utm_campaign=post1-facebook-planob.

Esses parâmetros finais da URL (?utm_source=facebook&utm_medium=post&utm_campaign=post1-facebook-planob) não precisam estar na URL existente no seu site, ou seja, a URL do seu site continuará sendo http://conrado.com.br/planob, porém, quando um usuário clicar no link http://conrado.com.br/planob/?utm_source=facebook&utm_medium=post&utm_campaign=post1-facebook-planob, ele será remetido normalmente para a URL http://conrado.com.br/planob.

Esses parâmetros que escrever na URL podem ser criados na ferramenta criador de URL do Google.

Quando soltar o post no Facebook na sua fan page, algumas pessoas irão clicar outras não. Você estará medindo por enquanto um espaço amostral. Você poderá, inclusive, criar a sua URL e encurtá-la com um bit.ly (isso lhe ajudará a medir a quantidade de cliques em tempo real).

Faça 3 ou 4 posts e, para cada um tenha uma campanha. Por exemplo, post1-facebook-planob, post2-facebook-planob e post3-facebook-planob. Com esse acompanhamento de campanha, você verá no GA em tempo real, qual campanha está lhe trazendo a maior quantidade de cliques e poderá ver também qual está tendo a maior quantidade de conversões (desde que tenha configurado as conversões no GA, o que é fundamental para entender que campanhas têm gerado conversões e quais não têm).

Uma vez que saiba qual post teve melhor resultado, porque está mensurando o bit.ly, o tráfego em tempo real no GA e a quantidade de conversões por campanha também no GA, você saberá exatamente qual post promover na sua fan page. Posts promovidos costumam dar muito certo, principalmente se são posts de conteúdo útil para a sua base de fãs.

Uma vez que esteja promovendo o post, você está investindo dinheiro em comunicação. Agora é essencial que monitore conversões realizadas e o quanto de dinheiro que cada post lhe trouxe. Com as conversões configuradas corretamente no GA, isso será fácil (para algumas empresas será mais fácil do que para outras). Agora você tem em mãos o quanto gastou e o quanto gerou de receita por meio do post, tudo o que você precisa para calcular o ROI do post na sua fan page.

Na imagem a seguir, você pode ver a quantidade de visitas que cada campanha (no caso, campanhas de e-mail) trouxeram para o meu site

 

Veja que para essa meta específica que eu configurei, o tráfego direto no meu site me traz uma taxa de conversão muito maior (34,57%), mas a minha lista no MailChimp (19,86%) me traz uma taxa de conversão maior do que a minha lista da Aweber (6,38%). O link que essas pessoas que converteram na meta receberam no e-mail foi http://conrado.com.br/[link do post]/?utm_source=mailchimp&utm_medium=email&utm_campaign=[nome da campanha].

Veja na imagem abaixo alguns links de campanhas e sua taxa de conversão para uma determinada meta que foi configurada.

 

Para essa meta específica, a campanha que mais me trouxe retorno foi a campanha enviada para a minha lista que está no Mailchimp. O link que essas pessoas receberam foi: http://conrado.com.br/[link do post]/?utm_source=mailchimp&utm_medium=email&utm_campaign=news-conrado-blog-mailchimp.

A segunda campanha que mais converteu nessa minha meta definida foi a pesquisa-curso-dezembro. O link que as pessoas receberam nesse caso foi http://conrado.com.br/[link do post]/?utm_source=mailchimp&utm_medium=email&utm_campaign=pesquisa-curso-dezembro, que foi enviado para a minha lista do MailChimp, mas também foi o http://conrado.com.br/[link do post]/?utm_source=aweber&utm_medium=email&utm_campaign=pesquisa-curso-dezembro que foi enviada para a minha lista da Aweber.

Também fiz essa mesma campanha no Facebook, em que o link foi http://conrado.com.br/[link do post]/?utm_source=facebook&utm_medium=post&utm_campaign=pesquisa-curso-dezembro. Os 3 links dos três meios de divulgação reunidos me deram uma taxa de conversão de 3,99%.

Não mostrei aqui a receita por cada conversão, mas seria a próxima coluna. Configurando a receita por conversão saberá quanto cada campanha (que pode ser feita por post, como já vimos) você saberá quanto gastou na promoção do post e quanto ganhou com a campanha.

A rentabilidade é uma consequência direta do monitoramento do resultado. Se você quer se tornar mais lucrativo, siga essas dicas.

Gostou? Comente abaixo e diga o que achou :)